Caros utilizadores! Todos os materiais neste site são traduções de outros idiomas. Pedimos desculpas pela qualidade dos textos, mas esperamos que venham a tirar partido deles. Com os melhores cumprimentos, A administração do site. E-mail: [email protected]

O que você deve comer quando está doente?

Quando uma pessoa está doente, eles podem achar difícil desenvolver um apetite. No entanto, é importante receber nutrição e manter-se hidratado, especialmente quando se sentir mal.

Diferentes tipos de alimentos podem combater diferentes tipos de doenças. Uma pessoa com dor de garganta pode se beneficiar de alimentos que não ajudariam alguém com náuseas.

Neste artigo, fornecemos uma lista de alimentos para comer e evitar para pessoas com doenças comuns.

Resfriados e gripes

O que comer quando você está doente chá de ervas

Um nariz entupido, uma tosse e uma dor de garganta são sintomas comuns de gripes e resfriados. Os seguintes alimentos podem ajudar a aliviar o congestionamento e inflamação e impulsionar o sistema imunológico.

1. chás de ervas

Ao sentir sintomas de gripes e resfriados, é importante manter-se hidratado. Chás de ervas são refrescantes e respirar em seu vapor pode ajudar a limpar o muco dos seios.

Adicionar açafrão moído a uma xícara de água quente pode ajudar a aliviar a dor de garganta. A pesquisa sugere que a cúrcuma tem propriedades anti-inflamatórias e anti-sépticas.

Folhas de chá são abundantes em compostos vegetais naturais, como polifenóis, flavonóides e catequinas. Estes estimulam o sistema imunológico. As catequinas, em particular, podem proteger contra certos tipos de vírus da gripe.

Algumas pessoas recomendam beber chá para encurtar a duração dos sintomas do resfriado e da gripe. No entanto, esse efeito ainda precisa ser comprovado por pesquisas científicas.

2. Mel

A dor de garganta pode ser causada por uma infecção bacteriana. O mel é rico em antimicrobianos que ajudam a eliminar esses tipos de infecção.

O mel também pode ser eficaz no tratamento da tosse de crianças, embora não deva ser administrado a crianças com menos de 12 meses de idade.

Uma revisão publicada em 2018 comparou o mel com remédios comuns para tosse, sem placebo, e nenhum tratamento.

Os autores descobriram que o mel parece ser mais eficaz que a difenidramina e o salbutamol, que são drogas usadas com frequência em remédios para tosse. O mel também produziu resultados similares como o dextrometorfano, outro ingrediente comum.

Os resultados foram limitados, no entanto, como a maioria dos estudos na revisão analisou apenas tosse aguda de 1 noite.

3. Frutas cítricas e bagas

Frutas cítricas, como laranjas, limões e toranjas, contêm altos níveis de flavonóides e vitamina C. Estes diminuem a inflamação e aumentam a imunidade, o que pode ajudar a combater a febre.

Alguns estudos sugerem que um flavonóide chamado quercetina, que também é encontrado em bagas, pode ajudar a tratar infecções por rinovírus. Este vírus é responsável pela maioria dos resfriados comuns.

Sucos de frutas congelados e úmidos podem ajudar a aliviar a dor de garganta.

Alimentos para evitar

O leite é acreditado por muitos para aumentar a produção de muco, embora haja pouca evidência científica para apoiar isso. Os laticínios podem tornar o muco mais espesso, no entanto, o que pode piorar a congestão sinusal.

A cafeína pode causar desidratação, o que piora a congestão. No entanto, algumas bebidas com cafeína, como chá e café, contêm antioxidantes que estimulam o sistema imunológico e podem ser úteis com moderação.

O álcool pode desidratar e desencadear uma resposta inflamatória, que pode agravar os sintomas do resfriado e da gripe.

Náusea, vômito e diarréia

O que comer quando você está doente?

Quando alguém tem um ou mais desses sintomas, a chave é comer alimentos que acalmem o estômago. Isso deve ajudar as pessoas a recuperar o apetite.

1. Gengibre

Pesquisas sugerem que o gengibre pode ajudar a reduzir os efeitos de náusea e vômito, embora mais estudos sejam necessários para confirmar esses achados.

Uma pessoa pode fazer chá de gengibre adicionando 1-2 colheres de chá de gengibre fresco a uma xícara de água quente. Embeba o gengibre por 5 minutos antes de coar a mistura e adoçar com um pouco de mel.

Gengibre cristalizado deve ser consumido com moderação, devido ao seu alto teor de açúcar.

Evite ginger ale efervescente, pois isso pode irritar ainda mais uma dor de estômago.

2. alimentos BRAT

BRAT significa: banana, arroz, compota de maçã e torrada. Esses alimentos são suaves e suaves no estômago.

A dieta é rica em amido e contém pouca fibra, que pode ter um efeito de ligação nas fezes e acelerar a recuperação da diarréia.

Outros alimentos leves que podem ser adicionados a uma dieta BRAT incluem:

  • biscoitos
  • aveia
  • Melancia
  • batatas cozidas

Uma pessoa deve começar devagar, tomando água regularmente durante as primeiras horas, antes de introduzir suavemente outros líquidos, como suco de maçã ou caldo.

Se o estômago permanecer resolvido, pode ser seguro experimentar alimentos BRAT mais sólidos.

Aqueles sensíveis ao glúten devem certificar-se de escolher opções sem glúten.

Geralmente, será seguro retornar a uma dieta mais regular após cerca de 48 horas.

3. água de coco

Uma dor de estômago ocorre quando o revestimento do estômago fica inflamado. Compostos chamados taninos presentes na água de coco podem ajudar a reduzir essa inflamação.

A água de coco também é rica em minerais, como sódio e potássio. Eles podem ajudar o corpo a reidratar rapidamente após a diarréia ou vômito.

Um estudo descobriu que a água de coco pode fornecer o mesmo nível de hidratação que uma bebida esportiva. Também é mais saudável, sem adição de açúcar. No entanto, vale a pena notar que este estudo incluiu apenas 12 participantes.

Alimentos para evitar

Alimentos gordurosos contêm altos níveis de gorduras, que são difíceis de digerir e podem irritar o estômago, agravando a náusea.

Pimentas contêm capsaicina, um produto químico que pode irritar o revestimento do estômago, causando dor e desconforto.

A cafeína atua como um estimulante muscular que pode causar cólicas estomacais e aumentar os movimentos intestinais.

Os produtos lácteos contêm um açúcar chamado lactose que pode ser difícil de digerir após a diarréia, causando inchaço e náusea.

Os adoçantes artificiais podem ter um efeito laxativo.

Prisão de ventre

O que comer quando você está doente aveia pode ajudar a constipação

A chave para aliviar a constipação é aumentar a ingestão de fibras.

A fibra é solúvel ou insolúvel. A fibra solúvel retém a água nas fezes, tornando-as mais macias e fáceis de passar. Também ajuda a nutrir as bactérias do intestino. Fibra insolúvel acrescenta volume às fezes, ajudando a limpar os intestinos.

Esteja ciente de que comer mais fibra dietética pode causar excesso de gás. Uma pessoa deve aumentar sua ingestão gradualmente para evitar o inchaço.

A fibra solúvel também absorve muita água, por isso beba bastante.

Farinha de aveia e aveia

Uma xícara de farinha de aveia feita com água contém cerca de 4 gramas de fibra, cerca de 16% da ingestão diária recomendada por um adulto.

Enquanto farinha de aveia contém apenas o germe da aveia, farelo de aveia contém a casca fibrosa também. Por causa disso, ele fornece 5,7 gramas de fibra por xícara, portanto, o farelo é ainda melhor para a digestão.

Aveia crua contém mais fibra por porção do que aveia cozida e fazem um excelente complemento para smoothies. Aveia laminada é digerida mais facilmente do que aveia cortada em aço quando na forma bruta.

É importante manter-se hidratado ao comer aveia seca. A fibra extra de frutas misturadas também ajudará a aliviar a constipação.

2. Frutos secos

Todas as frutas são boas fontes de fibra, mas frutas secas, como damasco, figo e ameixa, geralmente contêm os níveis mais altos.

Estes frutos também contêm um laxante natural conhecido como sorbitol, que promove os movimentos intestinais, atraindo água para os intestinos.

Ameixas e damascos também contêm polifenóis, que podem aumentar a quantidade de bactérias intestinais saudáveis, como e. Estas bactérias ajudam a estimular os intestinos.

3. Linhaça

Devido ao seu alto conteúdo de fibra solúvel, a semente de linhaça é particularmente boa no suporte de evacuações regulares.

É também uma excelente fonte de ácidos graxos essenciais ômega-3. Há algumas evidências de que os ácidos graxos ômega-3 reduzem a inflamação intestinal, que pode ocorrer após constipação prolongada.

A casca exterior da semente não pode ser digerida, por isso as pessoas devem comer linho pré-moído. Isso permitirá que o corpo absorva os nutrientes benéficos.

Linhaça moída pode ser adicionada ao mingau e smoothies ou usada no cozimento.

Alimentos para evitar

Os alimentos processados ​​tendem a ser ricos em gorduras e sal e pobres em fibras. As gorduras são difíceis de digerir, enquanto o sal diminui os níveis de umidade nas fezes.

Grãos processados, como pão branco e arroz branco, foram retirados do farelo e do germe. Estas são as partes que fornecem os mais altos níveis de fibra.

A cafeína e o álcool podem causar desidratação, esgotando a água necessária para amolecer as fezes.

Resumo

Mudanças na dieta podem proporcionar algum alívio quando um indivíduo se sente doente. Uma pessoa deve tentar seguir a dieta recomendada para os sintomas, evitando alimentos que os piorem.

É importante lembrar que a prevenção é melhor que uma cura. Manter-se hidratado e comer uma dieta saudável rica em nutrientes ajudará a evitar muitas das doenças listadas acima.

Like this post? Please share to your friends: