Caros utilizadores! Todos os materiais neste site são traduções de outros idiomas. Pedimos desculpas pela qualidade dos textos, mas esperamos que venham a tirar partido deles. Com os melhores cumprimentos, A administração do site. E-mail: admin@ptmedbook.com

O que é um corpo lúteo?

Um corpo lúteo é uma massa de células que se forma em um ovário e é responsável pela produção do hormônio progesterona durante o início da gravidez.

O papel do corpo lúteo depende de a fertilização ocorrer ou não.

Às vezes, os cistos podem se formar em um corpo lúteo, o que pode levar a sintomas dolorosos. Esses cistos podem desaparecer por conta própria, mas alguns podem exigir tratamento.

Neste artigo, examinamos o papel do corpo lúteo e como ele se forma. Também analisamos o que acontece quando os cistos do corpo lúteo se formam e o que pode ser feito a respeito deles.

Qual é o corpo lúteo?

modelo de exploração de médico de útero e ovários

Durante a ovulação, um ovo é liberado de um folículo dominante. Após a liberação do óvulo e a fertilização subseqüente, o folículo se isola e forma o que é conhecido como corpo lúteo. Essa massa de células ajuda a produzir o hormônio progesterona durante a gravidez precoce.

O corpo lúteo continuará a produzir progesterona até que o feto esteja produzindo níveis adequados para sustentar a gravidez, o que geralmente ocorre entre 7 e 9 semanas de gestação.

A progesterona é essencial durante a gravidez precoce porque:

  • permite que o útero cresça sem contrações
  • suporta o crescimento do revestimento do útero
  • melhora o fluxo sanguíneo e o suprimento de oxigênio

O corpo lúteo é suportado e mantido pelo hormônio da gravidez, gonadotrofina coriônica humana ou HCG. O corpo lúteo começa a diminuir de tamanho por volta das 10 semanas de gravidez.

Quando a fertilização ou implantação não ocorrer, o corpo lúteo começará a se romper. Isso causa um declínio nos níveis de estrogênio e progesterona, levando ao início de outro período menstrual.

Corpo lúteo e o ciclo menstrual

Os hormônios desempenham um papel poderoso na regulação menstrual normal em mulheres.

Assim como a progesterona e o estrogênio, outros hormônios essenciais para a ovulação incluem o hormônio luteinizante e estimulante do folículo.

Esses hormônios são responsáveis ​​pela ovulação e preparação do útero para a implantação de um óvulo fertilizado.

Um ciclo menstrual típico ocorre a cada 25 a 36 dias, quando o corpo se prepara para a ovulação e a gravidez.

Existem três fases do ciclo menstrual:

Fase folicular

A fase folicular do ciclo menstrual começa no primeiro dia do período da mulher, no início do sangramento menstrual e dura até a ovulação. Este estágio geralmente dura de 13 a 14 dias.

Durante a fase folicular, o corpo secreta o hormônio folículo estimulante para induzir a produção de folículos ovarianos que contêm ovos. Um desses folículos irá crescer em um folículo maduro capaz de ser fertilizado, o que é conhecido como o folículo dominante.

O folículo dominante secreta estrogênio, que não apenas quebra os folículos não dominantes, mas também estimula o útero a começar a espessar seu revestimento em preparação para a implantação do óvulo. Também causa o aumento do hormônio luteinizante que é responsável pela ovulação.

Fase ovulatória

A fase ovulatória começa no dia 14 do ciclo menstrual de uma mulher. Durante esse tempo, o hormônio luteinizante surge, estimulando ainda mais o ovário a liberar o óvulo do folículo dominante.

Normalmente, essa fase dura de 16 a 32 horas, resultando em ovulação.

Fase lútea

A fase lútea do ciclo menstrual é o momento em que o corpo se prepara para a implantação de um óvulo fertilizado. Quando um folículo ovariano libera um óvulo durante a fase ovulatória, o folículo aberto se fecha, formando o que é chamado de corpo lúteo.

O corpo lúteo é responsável pela produção do hormônio progesterona, que estimula o útero a engrossar ainda mais em preparação para a implantação de um óvulo fertilizado.

O hormônio estrogênio também é elevado durante esse tempo para preparar o útero para o implante.

Se não houver óvulos fertilizados para implante no revestimento uterino espesso, o corpo perde o revestimento durante o sangramento menstrual devido aos baixos níveis de estrogênio e progesterona, e o ciclo recomeça.

O que é um cisto do corpo lúteo?

jovem mulher no sofá sofrendo de dor de estômago

Às vezes, o corpo lúteo pode se encher de líquido. Esse acúmulo provoca o que é chamado de cisto do corpo lúteo, que é um tipo de cisto ovariano funcional.

Na maioria dos casos, os cistos do corpo lúteo desaparecem por conta própria, sem tratamento. Os cistos de corpo lúteo podem desaparecer em algumas semanas ou levar até três ciclos menstruais para desaparecer completamente.

Algumas mulheres que desenvolvem esses cistos podem apresentar sintomas, como:

  • dor pélvica, que pode se apresentar como dor maçante ou aguda
  • plenitude abdominal ou peso
  • inchaço
  • dor na parte inferior das costas e coxas
  • intercurso doloroso
  • ganho de peso
  • sangramento menstrual doloroso
  • mastalgia
  • precisa urinar com mais freqüência
  • dificuldade em esvaziar a bexiga
  • dificuldade para esvaziar completamente as entranhas
  • sangramento vaginal anormal

Algumas mulheres podem apresentar um cisto estourado, que pode causar dor severa e, possivelmente, hemorragia interna.

Os cistos maiores podem fazer com que o ovário se torça sobre si mesmo (torção ovariana), o que pode afetar negativamente o fluxo sangüíneo para o ovário afetado.

Às vezes, o cisto do corpo lúteo pode permanecer além dos estágios iniciais da gravidez. Se isso acontecer, o cisto tem o potencial de causar problemas. Um obstetra monitorará, conforme apropriado, e fará encaminhamentos para especialistas, conforme necessário.

Diagnóstico de um cisto ovariano

operação usando equipamento laparoscópico

Enquanto alguns cistos ovarianos podem ser sentidos durante um exame pélvico, outros não podem.

Um obstetra pode realizar alguns testes diagnósticos para avaliar e diagnosticar cistos ovarianos, incluindo:

  • um teste de gravidez, que pode sinalizar a presença de um cisto do corpo lúteo
  • teste hormonal
  • ultrassonografia pélvica
  • procedimentos cirúrgicos, como a laparoscopia, em que um médico insere um instrumento no útero da mulher através de um pequeno corte no abdome

Alguns médicos podem realizar testes para verificar os níveis de certas substâncias no sangue que são usadas para detectar o câncer de ovário, como o teste de antígeno de câncer 125 (CA 125).

É mais provável que esses exames sejam solicitados se o cisto for sólido e se considerar que a pessoa corre um risco maior de desenvolver câncer de ovário. No entanto, os níveis de CA 125 podem ser elevados em condições não cancerígenas, como a endometriose, também.

Tratamento de cistos

Muitas vezes, os cistos do corpo lúteo desaparecem sem tratamento. No entanto, há momentos em que o tratamento é necessário.

Algumas opções de tratamento para cistos ovarianos incluem:

  • medicamentos preventivos, como contraceptivos hormonais
  • cirurgia para remover um cisto grande ou persistente

Um médico decidirá se o tratamento é necessário com base no tamanho do cisto, nos sintomas que ele pode estar causando e na idade da pessoa.

Se um cisto não estiver causando nenhum sintoma, o médico freqüentemente esperará para ver como as coisas progridem, em vez de iniciar qualquer forma de tratamento.

Resumo

O corpo lúteo ajuda a produzir hormônios que o corpo precisa durante os primeiros estágios da gravidez. É uma parte vital da fertilidade que permite que a gravidez ocorra.

Cistos às vezes podem se formar se o corpo lúteo se enche de líquido. Se alguém experimenta algum dos sintomas associados a um cisto do corpo lúteo que não é causado por outra condição, deve falar com um médico.

Esses cistos podem causar sintomas dolorosos, mas na maioria dos casos desaparecem no tempo sem tratamento.

Like this post? Please share to your friends: