Caros utilizadores! Todos os materiais neste site são traduções de outros idiomas. Pedimos desculpas pela qualidade dos textos, mas esperamos que venham a tirar partido deles. Com os melhores cumprimentos, A administração do site. E-mail: admin@ptmedbook.com

Sarcopenia: o que você precisa saber

A sarcopenia é a perda de massa muscular devido ao processo natural de envelhecimento.

Esta diminuição no músculo leva a uma redução na força de uma pessoa. Como resultado, o equilíbrio e a marcha também são afetados.

A sarcopenia pode ter um impacto na capacidade de uma pessoa realizar atividades cotidianas, como subir escadas, levantar objetos e caminhar.

Causas

Casal de velhos andando.

De acordo com a International Osteoporosis Foundation (IOF), a massa muscular começa a diminuir por volta dos 40 anos. A perda de tecido muscular pode progredir mais rapidamente quando a pessoa chega aos 60 e 70 anos.

Embora a taxa exata de declínio varie, uma pessoa pode perder de 3 a 8% da massa muscular por década.

A perda de massa muscular envolve tanto a redução do número de fibras musculares como a diminuição do seu tamanho. A combinação de fibras musculares menores e menores faz com que os músculos se atrofiem ou encolham.

Como uma pessoa envelhece, certas mudanças ocorrem no corpo que desempenham um papel no desenvolvimento da sarcopenia.

Por exemplo, à medida que a pessoa envelhece, a capacidade do corpo de produzir as proteínas que os músculos precisam para crescer diminui. Quando a produção de proteína cai, as células musculares individuais ficam menores.

Alterações hormonais relacionadas à idade também podem levar a uma diminuição na massa muscular. Normalmente, os níveis de testosterona e fator de crescimento semelhante à insulina (IGF-1) afetam o crescimento muscular e a massa muscular.

O declínio nos níveis hormonais pode ser um fator contribuinte para a perda de massa muscular.

Fatores de risco

Estilo de vida sedentário.

Embora o envelhecimento seja a principal causa da sarcopenia, outros fatores contribuem para a perda de massa muscular. Eles incluem:

  • Vivendo um estilo de vida sedentário: Fazer pouca ou nenhuma atividade física regularmente coloca as pessoas em um risco maior de desenvolver sarcopenia à medida que envelhecem.
  • Má nutrição: maus hábitos alimentares também podem contribuir para o desenvolvimento da sarcopenia. Embora a nutrição deficiente seja possível em qualquer idade, isso pode afetar a rapidez com que a massa muscular diminui em adultos mais velhos.

Os adultos mais velhos tendem a comer menos, o que pode levar à desnutrição. Segundo a IOF, até 41% das mulheres e 38% dos homens com mais de 50 anos comem menos proteínas do que a dose diária recomendada.

Comer grandes quantidades de alimentos produtores de ácido, como grãos e alimentos processados, e comer muito poucos vegetais e frutas também pode afetar negativamente a massa muscular.

Sintomas

Os sintomas da sarcopenia podem variar dependendo da quantidade de massa muscular que uma pessoa perdeu. Os sintomas incluem:

  • uma diminuição no tamanho do músculo
  • fraqueza
  • perda de resistência
  • mau equilíbrio
  • dificuldade para subir escadas

Um declínio na massa muscular pode não parecer uma grande preocupação para a maioria das pessoas. No entanto, a perda muscular pode ser significativa o suficiente para causar fraqueza, aumentar o risco de queda e limitar a independência de uma pessoa.

A sarcopenia também pode levar a pessoa a reduzir sua participação em atividades físicas. Essa diminuição da atividade causa ainda mais perda muscular, o que pode afetar adversamente a qualidade de vida de uma pessoa.

Diagnóstico

Os médicos costumam diagnosticar a sarcopenia com base nos sintomas relatados por um indivíduo.

Em alguns casos, um médico pode recomendar uma absortometria radiológica de dupla energia (DXA) e um teste de velocidade de marcha para fazer um diagnóstico.

A DXA usa raios X de baixa energia para medir a massa esquelética. A DXA geralmente mede a densidade óssea e testa a osteoporose. Quando usado em combinação com testes de velocidade de caminhada, pode ser útil no diagnóstico de sarcopenia.

Em alguns casos, os médicos podem realizar testes adicionais, como a medição da força de preensão manual.

Tratamento

Atualmente, não há medicamentos aprovados pela Food and Drug Administration (FDA) dos EUA para tratar a sarcopenia.

Algumas pesquisas estão investigando o uso da terapia hormonal para aumentar a massa muscular magra.

Os pesquisadores estão estudando o uso de testosterona e hormônios de crescimento para ajudar as pessoas a manter a massa muscular à medida que envelhecem. Porém, mais estudos são necessários antes que a terapia hormonal seja recomendada para tratar a sarcopenia.

Remédios caseiros

Em vez de medicação ou terapia hormonal, o manejo da sarcopenia se concentra nas mudanças no estilo de vida para prevenir a perda muscular. Estes geralmente incluem:

Exercício

Quando se trata de massa muscular, o velho ditado “use ou perca” é verdade. Trabalhar os músculos ajuda a manter a massa e força muscular. Quando os músculos não são usados, eles encolhem.

Treinamento de força ou treinamento de resistência pode melhorar o tamanho, força e tônus ​​muscular. Também pode fortalecer ossos, ligamentos e tendões, o que é bom para a saúde geral de uma pessoa.

De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), os idosos devem participar de atividades de fortalecimento muscular pelo menos 2 dias por semana. Eles devem exercitar todos os principais grupos musculares, que incluem as pernas, braços, peito, ombros, costas e abdômen.

O treinamento de força envolve o uso de resistência para causar contração muscular. A contração muscular constrói o tamanho do músculo e aumenta a força.

O treinamento de força pode envolver o uso de pesos, faixas de resistência ou máquinas de exercícios. O peso corporal de uma pessoa também pode ser usado para resistência.

Pode ser benéfico trabalhar com um instrutor de exercícios para desenvolver um programa de treinamento de força que seja eficaz e seguro.

Os adultos mais velhos devem consultar um médico antes de iniciar um novo programa de exercícios. Um médico pode certificar-se de que não haja problemas de saúde presentes que possam impedir que alguém faça treinamento de resistência.

Nutrição

A nutrição adequada é essencial para tratar a sarcopenia e pode até prevenir ou retardar a condição.

Proteína saudável.

Comer bastante proteína é uma importante consideração dietética na prevenção da sarcopenia. A IOF recomenda que os adultos comam de 1,0 a 1,2 gramas de proteína por quilograma de peso corporal diariamente.

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) recomenda a escolha de aves sem pele e cortes de carne magra ao procurar por fontes de proteína à base de carne.

Frutos do mar, como a truta e o salmão, também podem ser boas fontes de proteína, enquanto tofu, lentilha, feijão e quinoa são fontes de proteína populares para pessoas que não comem carne.

Ao escolher quais alimentos ricos em proteínas para comer, ler os rótulos dos alimentos pode ser útil. Selecione fontes de proteína que não tenham quantidades excessivas de sódio, gordura e colesterol.

Suplementos dietéticos

Tomar certos suplementos dietéticos pode ser outra maneira de melhorar a sarcopenia ou ajudar a prevenir a doença.

Por exemplo, tomar suplementos de creatina pode aumentar a força e a massa muscular magra em adultos de qualquer idade.

Da mesma forma, a manutenção de níveis adequados de vitamina D, seja através de dieta ou suplementos, pode ajudar idosos a manter a força muscular.

Antes de tomar qualquer suplemento, a pessoa deve sempre conversar com um médico.

Outlook

Embora o envelhecimento seja inevitável, o desenvolvimento da sarcopenia não precisa ser. Felizmente, há passos que as pessoas podem tomar para diminuir suas chances de perder massa muscular significativa.

Mesmo que tenha ocorrido perda muscular, a dieta adequada e o treinamento de força podem ajudar as pessoas com sarcopenia a ter uma perspectiva positiva e melhorar a condição.

Like this post? Please share to your friends: