Caros utilizadores! Todos os materiais neste site são traduções de outros idiomas. Pedimos desculpas pela qualidade dos textos, mas esperamos que venham a tirar partido deles. Com os melhores cumprimentos, A administração do site. E-mail: [email protected]

Qual é a função do hipotálamo?

O hipotálamo é uma pequena área no centro do cérebro que tem muitos empregos. Ela desempenha um papel importante na produção de hormônios e ajuda a estimular muitos processos importantes no corpo.

Quando o hipotálamo não está funcionando corretamente, pode causar problemas no corpo levando a muitos distúrbios. Embora as doenças do hipotálamo sejam incomuns, é importante mantê-lo saudável para manter o risco baixo.

Qual é o hipotálamo?

A palavra hipotálamo vem de duas palavras gregas que se traduzem para “sob o tálamo”. É exatamente onde o hipotálamo está localizado no cérebro, sob o tálamo e acima da glândula pituitária.

Embora seja uma pequena área do cérebro, desempenha um grande papel no corpo, influenciando tanto o sistema endócrino como o nervoso.

Funções do hipotálamo

O estado normal e equilibrado do corpo é conhecido como homeostase. O corpo está sempre tentando alcançar esse equilíbrio. O principal trabalho do hipotálamo para manter o corpo neste estado, tanto quanto possível.

[hipotálamo

Para fazer isso, o hipotálamo atua como o conector entre os sistemas endócrino e nervoso. Ele desempenha um papel em muitas funções essenciais do corpo, tais como:

  • Temperatura corporal
  • Sede
  • Appetite e controle de peso
  • Emoções
  • Ciclos de sono
  • Sex drive
  • Parto
  • Pressão arterial e freqüência cardíaca
  • Produção de sucos digestivos
  • Equilibrar os fluidos corporais

Como os sinais são enviados para o cérebro de diferentes áreas do corpo, eles deixam o hipotálamo saber se o equilíbrio não está sendo alcançado. O hipotálamo, em seguida, responde liberando os hormônios certos na corrente sanguínea para equilibrar o corpo de volta para fora.

Um exemplo disso é a capacidade do corpo de manter uma temperatura interna de 98,6 ° F. Se o hipotálamo recebe o sinal de que a temperatura interna do corpo está muito quente, ele vai dizer ao corpo para suar. Se receber o sinal de que a temperatura está muito fria, o corpo criará seu próprio calor tremendo.

Hormônios do hipotálamo

Para manter esse equilíbrio, o hipotálamo é responsável por criar ou controlar muitos hormônios no corpo. O hipotálamo também está intimamente relacionado à glândula pituitária, que produz e envia outros hormônios importantes ao redor do corpo.

Juntos, o hipotálamo e a glândula pituitária trabalham para controlar todo o sistema endócrino, as glândulas que produzem muitos hormônios do corpo. Isso inclui as glândulas supra-renais, rins e tireóide.

Hormônios secretados pelo hipotálamo incluem:

  • Um hormônio antidiurético, que aumenta a quantidade de água absorvida pelo sangue pelos rins
  • Hormônios liberadores de corticotropina que ajudam a regular o metabolismo e a resposta imunológica ao trabalhar com a glândula pituitária e a glândula adrenal para liberar certos esteróides
  • Hormônios liberadores de gonadotrofina que dizem à glândula pituitária para liberar hormônios que mantêm os órgãos sexuais funcionando
  • A ocitocina está envolvida em muitos processos, incluindo a liberação do leite materno da mãe, a temperatura corporal e os ciclos de sono.
  • Os hormônios que controlam a prolactina dizem à glândula pituitária para iniciar ou interromper a produção de leite materno em mães lactantes
  • O hormônio liberador de tirotropina ativa a tireóide; isso libera os hormônios que regulam o metabolismo, os níveis de energia e o crescimento do desenvolvimento

Os hormônios do crescimento também são diretamente afetados pelo hipotálamo. Diz a glândula pituitária para aumentar ou diminuir o seu número no corpo. Isso é essencial tanto para crianças em crescimento quanto para adultos plenamente desenvolvidos.

Distúrbios do hipotálamo

Qualquer distúrbio que impeça o hipotálamo de funcionar corretamente é conhecido como uma doença hipotalâmica. As doenças hipotalâmicas são muito difíceis de identificar, porque o hipotálamo tem uma ampla gama de funções no sistema endócrino.

O hipotálamo também desempenha o importante papel de sinalizar a glândula pituitária para liberar hormônios para o resto do sistema endócrino. Como é difícil para os médicos diagnosticar quais glândulas não estão funcionando adequadamente, esses distúrbios são freqüentemente chamados de desordens do hipotálamo-hipófise. Nestes casos, existem alguns testes hormonais que os médicos podem prescrever para chegar à raiz do distúrbio.

Causas e fatores de risco

As causas mais comuns de doenças hipotalâmicas são lesões na cabeça que impactam o hipotálamo. As cirurgias também podem afetar o hipotálamo, bem como a radiação e os tumores.

[ferimento na cabeça]

Em alguns casos, também pode haver uma ligação genética à doença hipotalâmica. Por exemplo, a síndrome de Kallman causa problemas hipotalâmicos em crianças, puberdade mais notada ou ausente e senso de olfato prejudicado.

Nos casos de Síndrome de Prader-Willi, os problemas do hipotálamo parecem ter um elo genético na doença.

Causas adicionais da doença hipotalâmica podem incluir:

  • Transtornos alimentares como bulimia ou anorexia
  • Dietas ricas em gorduras saturadas
  • Distúrbios genéticos que causam excesso de acúmulo de ferro no organismo
  • Desnutrição
  • Inflamação
  • Infecções
  • Sangramento excessivo

Sintomas de desordens do hipotálamo

Os sintomas dos distúrbios do hipotálamo variam dependendo de quais hormônios estão faltando no corpo. Crianças podem apresentar sinais de crescimento anormal e puberdade anormal. Os adultos podem apresentar problemas ligados aos vários hormônios que seus corpos não podem produzir.

Geralmente, há uma ligação rastreável entre os hormônios ausentes e os sintomas que eles produzem no corpo. Os sintomas causados ​​por tumores podem incluir visão turva, perda de visão e dores de cabeça. A função adrenal baixa pode produzir sintomas como fraqueza e tontura.

Os sintomas causados ​​por uma glândula tireóide hiperativa incluem:

  • Sensibilidade ao frio
  • Depressão
  • Cansaço
  • Impotência
  • Perda de cabelo
  • Alterações do ciclo menstrual
  • Prisão de ventre
  • Menor capacidade mental
  • Ganho de peso

Dicas de dieta para a saúde do hipotálamo

Como o hipotálamo desempenha um papel tão importante no corpo, é muito importante mantê-lo saudável. Embora os fatores genéticos não possam ser evitados, existem algumas medidas dietéticas para a saúde ideal do hipotálamo, que podem ser tomadas diariamente.

O hipotálamo controla o apetite e é realmente afetado por alimentos que são comidos. Estudos mostraram que dietas ricas em gorduras saturadas podem alterar a função do hipotálamo que regula a fome e o gasto de energia.

Fontes de gorduras saturadas incluem banha, carne e produtos lácteos. Dietas ricas em gorduras saturadas também têm um efeito inflamatório no corpo. Isso pode afetar o sistema imunológico, aumentando as chances de que ele atinja células saudáveis ​​do corpo, aumentando a inflamação no intestino e alterando o funcionamento natural do corpo.

[gordura saturada]

Dietas ricas em gorduras polinsaturadas, como os ácidos graxos ômega-3, podem ajudar a reverter essa inflamação. Essas gorduras podem ser uma alternativa segura para outros tipos de óleos e gorduras. Alimentos com alto teor de ômega-3 incluem peixe, nozes, sementes de linho e vegetais folhosos.

Escolhas alimentares saudáveis ​​adicionais para apoiar o hipotálamo e a melhor função cerebral incluem:

  • Frutas e vegetais ricos em vitaminas
  • Vitamina C
  • Vitaminas do complexo B

Um hipotálamo funcional é uma das partes mais importantes do corpo, e geralmente passa despercebido até que pare de funcionar adequadamente. Seguir estas dicas dietéticas pode ajudar a manter o hipotálamo feliz e a funcionar bem.

Like this post? Please share to your friends: