Caros utilizadores! Todos os materiais neste site são traduções de outros idiomas. Pedimos desculpas pela qualidade dos textos, mas esperamos que venham a tirar partido deles. Com os melhores cumprimentos, A administração do site. E-mail: [email protected]

Oito remédios naturais para fibromialgia

A fibromialgia é um distúrbio complexo que causa dor e fadiga nos músculos. Essa dor tende a estar em pontos dolorosos específicos no corpo, incluindo no pescoço, ombros, costas, quadris, braços e pernas, e ocorre quando a pressão é colocada sobre eles.

Os médicos não sabem realmente o que causa a fibromialgia. Pessoas de todas as idades, gêneros e etnias a desenvolvem, mas parece ser mais comum em mulheres de meia-idade.

Além disso, pessoas com história de artrite reumatóide ou outras doenças autoimunes geralmente desenvolvem fibromialgia.

Não há cura para a fibromialgia, mas é possível gerenciar os sintomas, com medicação e outras mudanças no estilo de vida.

Oito remédios naturais

Mulher, dormir, cama

Embora existam medicamentos que podem ajudar a gerenciar a fibromialgia, o autocuidado na forma de algumas mudanças de estilo de vida e até mesmo alguns remédios naturais podem ser eficazes no controle da condição.

Uma parte importante do autocuidado é encontrar um médico de apoio que compreenda e cuide de pessoas com fibromialgia e outros distúrbios da dor.

Não ser compreendido, lidar com a dor crônica e a falta de sono, pode levar as pessoas com fibromialgia a ficarem deprimidas ou desenvolverem ansiedade.

A lista a seguir contém várias dicas para gerenciar e aliviar os sintomas da fibromialgia. As pessoas devem sempre conversar com seu médico primeiro para obter ideias e conselhos.

1. Sono

Dormir o suficiente é crucial para gerenciar os sintomas da fibromialgia. Estar bem descansado ajuda a combater a fadiga que está associada à condição.

Além disso, bons hábitos de sono podem ajudar a aliviar a insônia. Práticas associadas ao bom sono incluem:

  • Minimizando sonecas diurnas
  • Indo para a cama e acordando ao mesmo tempo
  • Limitando a luz e o ruído ao deitar

2. Exercício

O exercício pode ser mais difícil, especialmente quando se inicia, mas é importante permanecer consistente. À medida que a força muscular aumenta ao longo do tempo, a dor e o desconforto devem diminuir.

É importante que as pessoas com fibromialgia falem com um médico antes de iniciar um programa de exercícios. Andar a pé, nadar e hidroginástica são geralmente bons para começar. Um fisioterapeuta às vezes pode ser útil na criação de um programa de exercícios apropriado.

3. Descansando

Pessoas com fibromialgia tendem a se tornar mais fatigadas do que outras e é importante descansar quando necessário. Empurrar muito forte pode levar ao aumento da dor e fadiga.

Além disso, é importante praticar a moderação. Se uma pessoa com fibromialgia forçar muito com o exercício ou a atividade quando estiver se sentindo bem, isso pode desencadear mais dias quando ela estiver se sentindo mal.

4. Manter um estilo de vida saudável

Isso vai além de comer bem e se exercitar. Reduzir o uso de cafeína, álcool, produtos de nicotina ou drogas ilegais ajuda o corpo a sentir menos estresse físico e melhora o humor.

5. Reduzindo o estresse

Muitas pessoas relatam que o estresse agrava seus sintomas de fibromialgia. Encontrar maneiras de gerenciar esse estresse, como ioga, exercícios, diário ou outros hobbies, é essencial para pessoas com fibromialgia.

6. Acupuntura

acupuntura

A acupuntura é um tipo de medicina tradicional chinesa onde os profissionais inserem pequenas agulhas em pontos específicos do corpo.

Algumas pessoas acreditam que essas agulhas alteram o fluxo sangüíneo e os níveis químicos, o que pode ajudar a aliviar a dor e o desconforto associados à fibromialgia.

7. Massagem

A massagem é um tratamento bem conhecido para dores musculares e articulações. Envolve a manipulação suave do corpo para aumentar a amplitude de movimento, aliviar o estresse, promover o relaxamento e aliviar a dor.

8. Yoga e Tai chi

Yoga e Tai chi são práticas suaves e lentas que combinam movimentos controlados com meditação e respiração profunda. Ambos os tipos de exercício foram encontrados para ser eficaz na gestão da fibromialgia. Um estudo inicial realizado em 2010 descobriu que o tai chi era eficaz. No entanto, mais estudos são necessários.

O que é fibromialgia?

Acredita-se que uma combinação de fatores possa ser responsável pela fibromialgia. Isso pode incluir:

  • Genética: a fibromialgia tende a ocorrer em famílias. Os pesquisadores acreditam que pode haver um componente genético para a doença.
  • Infecções: Os médicos observaram que algumas pessoas desenvolveram sintomas após a exposição a uma doença ou infecção.
  • Trauma: Em alguns casos, pessoas que sofreram traumas desenvolveram fibromialgia.

Pesquisadores sugerem que a estimulação repetida do sistema nervoso pode eventualmente causar alterações no cérebro. Acredita-se que o nível de substâncias químicas que transmitem os sinais de dor entre os nervos do cérebro é aumentado.

Além disso, os receptores de dor no cérebro parecem se tornar mais sensíveis aos estímulos de dor, então eles eventualmente começam a reagir exageradamente quando estimulados.

Sintomas

Mulher, senta-se, chão, perto, dela, cama, segurando, dela, cabeça, em, dela, mãos

Além da dor e fadiga muscular, existem muitos outros sintomas da fibromialgia, incluindo:

  • Insônia
  • Dores de cabeça
  • Períodos menstruais dolorosos
  • Dormência ou formigamento nas mãos e pés
  • Rigidez matinal
  • “Fibro fog” – dificuldade com memória e pensamento
  • Sensibilidade à temperatura
  • Síndrome da perna inquieta
  • Sensibilidade a ruídos altos ou luzes brilhantes

Complicações

A dor, o desconforto e a insônia associados à fibromialgia geralmente são pouco compreendidos. Em muitos casos, os sintomas interferem na vida diária de uma pessoa, o que pode causar dificuldades para eles no trabalho ou em casa.

Sempre que uma pessoa estiver sentindo dor que não tenha uma causa definida, como uma lesão leve, é importante consultar um médico que possa determinar a causa da dor e sugerir maneiras de administrá-la. Às vezes, no entanto, esses sintomas podem indicar uma condição mais grave que requer tratamento médico.

Like this post? Please share to your friends: