Caros utilizadores! Todos os materiais neste site são traduções de outros idiomas. Pedimos desculpas pela qualidade dos textos, mas esperamos que venham a tirar partido deles. Com os melhores cumprimentos, A administração do site. E-mail: [email protected]

O que causa os fios de muco nos olhos?

Quando fios de muco se desenvolvem continuamente e uma pessoa continua removendo-os de seus olhos, isso é conhecido como síndrome da pesca do muco. O nome refere-se ao modo como uma pessoa “pesca” esses fios de seus olhos.

O muco pode aparecer no olho por vários motivos, como irritação e infecção. Às vezes, quando uma pessoa retira o muco do olho, o olho fica irritado, causando mais muco. Quanto mais uma pessoa remove o muco, mais muco o olho produz.

No entanto, existem maneiras de quebrar esse padrão. Continue lendo para descobrir o que causa a síndrome da pesca do muco, como evitá-lo e como tratar a condição quando ela ocorre.

Sintomas

Senhora olhando em um espelho com possível síndrome de pesca de muco

O principal sintoma da síndrome da pesca do muco é a remoção freqüente de filamentos de muco da superfície do olho. A repetição constante dessa ação aumenta a probabilidade de ocorrer irritação e infecção nos olhos.

Uma pessoa com uma infecção ocular pode apresentar os seguintes sintomas:

  • vermelhidão dentro ou ao redor do olho
  • olhos lacrimejantes
  • dor, como sensação de ardor ou ardência
  • inflamação ao redor do olho

Causas

Uma pessoa desenvolve a síndrome da pesca do muco devido a uma superprodução de muco no olho.

Condições que causam a síndrome incluem:

Conjuntivite

Conjuntivite, também conhecida como olho-de-rosa, é uma condição contagiosa que faz com que os olhos se tornem cor-de-rosa e doloridos. Geralmente afeta os dois olhos. A conjuntivite pode ocorrer devido a uma alergia, bactéria ou vírus em particular.

Os sintomas de conjuntivite incluem:

  • olhos vermelhos ou rosa
  • uma sensação de coceira ou ardência nos olhos
  • olhos marejados
  • pus pegajoso dentro e ao redor dos olhos.

A lavagem regular das mãos, tentando não tocar na área dos olhos e evitando o compartilhamento de travesseiros ou toalhas, reduzirá o risco de transmissão de conjuntivite a outras pessoas.

Dacriocistite

A dacriocistite é uma infecção ocular que afeta os canais lacrimais. Pode ocorrer quando os canais lacrimais ficam bloqueados, fazendo com que o olho produza uma descarga pegajosa.

É mais provável que os bebês sejam afetados, embora os adultos também possam ser suscetíveis.

Transtorno de comportamento repetitivo focado no corpo

Uma pessoa com transtorno de comportamento repetitivo focado no corpo (BFRB) pode habitualmente esfregar os olhos, o que pode irritar a superfície e fazer com que o olho produza muco extra.

Normalmente, uma pessoa com esse distúrbio realiza ações específicas repetidas vezes, como esfregar os olhos, puxar os cabelos ou morder as unhas. Eles acham difícil parar ou controlar quantas vezes eles fazem isso, o que pode causar danos à sua saúde física e mental.

O BRFB afeta cerca de 1 em 20 pessoas, e o estresse e o tédio podem piorar.

Síndrome do olho seco

A síndrome do olho seco ocorre quando as lágrimas de uma pessoa não lubrificam o olho o suficiente. O olho tenta compensar isso produzindo mais lágrimas, o que faz com que uma pessoa toque excessivamente os olhos para enxugar as lágrimas.

O toque constante pode levar a infecções oculares, além de causar irritação e inflamação no olho.

Blefarite

As lágrimas contêm muitas substâncias diferentes, incluindo água, sal, muco e óleo. Quando as glândulas que produzem o óleo não funcionam bem, a blefarite pode se desenvolver, fazendo com que as pálpebras fiquem inflamadas e encrostadas.

Os sintomas da blefarite incluem produção excessiva de lágrimas, vermelhidão ocular e cílios juntos e ficando crostosos.

Diagnóstico

mulher falando com um médico

Se a secreção de muco do olho não desaparecer, a pessoa deve marcar uma consulta com seu médico o mais rápido possível. Ao fazê-lo, diminuirá as chances do olho ser infectado.

É importante que uma pessoa informe o médico sobre os sintomas que eles experimentam e com que frequência eles puxam o muco do olho, pois isso ajudará o médico a fazer um diagnóstico rápido.

Como a síndrome da pesca do muco geralmente se deve à irritação ou a uma condição subjacente, o médico provavelmente falará sobre quaisquer outros sintomas que a pessoa esteja sentindo para descobrir a causa subjacente. O médico geralmente realiza um exame que envolve a dilatação artificial da pupila e o exame do olho.

É importante notar que, se um médico precisar dilatar os olhos, algumas pessoas podem não se sentir confortáveis ​​dirigindo mais tarde. Nestas situações, uma pessoa deve providenciar transporte para casa a partir da consulta. Aqueles que sofreram dilatação artificial antes podem escolher dirigir-se para casa. No entanto, eles devem usar óculos de sol para ajudar com qualquer sensibilidade à luz que possa resultar do procedimento.

Tratamento

Uma vez que a pessoa pare de tocar o olho para remover o excesso de muco, a síndrome de pesca do muco desaparecerá.

No entanto, se uma condição subjacente, como síndrome do olho seco ou conjuntivite, estiver causando a síndrome da pesca do muco, pode ser necessário tratamento adicional.

Um médico pode recomendar:

  • antibióticos
  • colírio esteróide
  • colírio para ajudar a lubrificar o olho
  • compressas quentes ou frias para aliviar e ajudar a reduzir a inflamação

Pode ser um desafio parar de pescar o muco no início. Mas, uma vez que uma pessoa tenha quebrado o ciclo, seu olho irá eventualmente parar de produzir muco e começar a clarear.

As pessoas que têm transtorno BFRB podem achar isso mais difícil. Se uma pessoa tem desordem BFRB, um médico pode recomendar o tratamento de um terapeuta para tentar impedir que esse comportamento ocorra.

O tratamento para BRFB consiste em terapia comportamental, que envolve o uso de uma série de técnicas para treinar uma pessoa para reverter seus hábitos repetitivos.

Dicas para olhos saudáveis

Lente de contato e solução para lentes de contato

Embora algumas condições oculares sejam inevitáveis, existem medidas que uma pessoa pode tomar para ajudar a manter os olhos saudáveis:

  • evitando tocar nos olhos sempre que possível
  • garantir que as mãos estejam limpas ao tocar nos olhos é inevitável
  • lavar as mãos antes de inserir ou tocar nas lentes de contato
  • limpar as lentes de contato cuidadosamente e substituir o estojo da lente regularmente
  • evitando a fumaça do cigarro, pois isso pode irritar os olhos
  • usando óculos de sol com proteção UV apropriada em dias claros
  • agendar um exame oftalmológico anual, incluindo a dilatação da pupila, para garantir que qualquer condição ocular ou degeneração seja detectada e tratada o mais cedo possível
  • comer alimentos ricos em ácidos graxos ômega-3, como salmão e atum, e muito verduras de folhas escuras
  • usar óculos apropriados ao praticar esportes ou participar de atividades que possam danificar os olhos
  • Quando utilizar colírios, evite que a ponta toque nas mãos ou no rosto, pois isso pode tornar mais provável uma infecção ocular – use colírio sem preservativo onde possível
  • usando a regra 20-20-20 se o trabalho de uma pessoa envolve olhar muito para as telas – a regra é olhar para um objeto a 6 metros de distância, por 20 segundos, a cada 20 minutos
  • piscar frequentemente para reduzir a fadiga ocular

Qualquer pessoa que suspeite que tenha uma doença ocular deve marcar uma consulta com seu médico o mais rápido possível e seguir seus conselhos e recomendações.

Outlook

A síndrome da pesca do muco irá esclarecer se uma pessoa pode parar de pescar o muco dos olhos, embora quebrar o hábito possa ser difícil para algumas pessoas.

No entanto, o muco no olho pode ser um sinal de uma condição ocular subjacente que pode necessitar de tratamento médico. Se não for tratada, os problemas oculares podem piorar e podem se tornar infectados.

Tratar qualquer condição subjacente causará menos irritação nos olhos e reduzirá a produção de muco, criando menos necessidade de uma pessoa retirar o muco de seus olhos.

Seguir boas práticas para manter os olhos saudáveis ​​ajudará a reduzir a probabilidade de problemas oculares, como a síndrome da pesca do muco, em desenvolvimento.

Like this post? Please share to your friends: