Caros utilizadores! Todos os materiais neste site são traduções de outros idiomas. Pedimos desculpas pela qualidade dos textos, mas esperamos que venham a tirar partido deles. Com os melhores cumprimentos, A administração do site. E-mail: admin@ptmedbook.com

Como você pode parar um ataque de pânico?

Os ataques de pânico podem ser repentinos e avassaladores. Eles podem afetar qualquer pessoa e podem ser causados ​​por ansiedade geral, transtorno do pânico ou depressão.

Sintomas físicos e emocionais podem ocorrer durante um ataque, muitas vezes ao mesmo tempo. Os sintomas físicos incluem sudorese, respiração rápida, náusea e batimentos cardíacos acelerados. Os sintomas emocionais incluem sentimentos de medo e preocupação intensa e repetitiva.

Neste artigo, procuramos maneiras de parar os ataques de pânico e reduzir o risco de sua ocorrência. Também analisamos como ajudar alguém a ter um ataque e descrever as perspectivas para o futuro.

Formas de impedir um ataque de pânico

Homem andando sozinho na floresta ao ar livre para tratar o ataque de pânico.

Abaixo estão 13 métodos que podem ajudar a aliviar os sintomas de um ataque de pânico.

1. Aceitação e reconhecimento

Uma pessoa pode ter experimentado ataques de pânico no passado. Durante um ataque, pode ajudar a lembrar que eles passam e não causam danos físicos, embora sejam desagradáveis. Uma pessoa deve reconhecer que o ataque é um breve período de ansiedade concentrada e que terminará.

Se uma pessoa está enfrentando um ataque pela primeira vez, é aconselhável visitar um médico o mais rápido possível. Alguns sintomas de ataques de pânico podem indicar outros eventos, como ataques cardíacos ou derrames.

2. respiração profunda

Respiração profunda às vezes pode trazer um ataque de pânico sob controle. A respiração rápida pode aumentar a ansiedade e a tensão, por isso, em vez disso, respirações longas e lentas podem ajudar.

Uma pessoa deve respirar de forma constante, contando lentamente para quatro enquanto inspira e para quatro ao expirar.

Uma sensação de aperto no peito pode fazer com que a pessoa respire rapidamente durante um ataque. É uma boa ideia respirar profundamente do abdome, enchendo os pulmões de forma lenta e constante.

3. Inale a alfazema

Essências de lavanda têm sido usadas para aliviar a ansiedade e trazer uma sensação de relaxamento calmo. Inalar o cheiro de óleo de lavanda durante um ataque de pânico pode ajudar a aliviar alguns sintomas. Uma pessoa pode esfregar uma pequena quantidade de óleo no pulso ou na mão e inalar.

Este óleo está amplamente disponível online. Compre apenas em revendedores confiáveis.

Um indivíduo deve evitar lavanda se tiver tomado recentemente um medicamento benzodiazepínico. Os dois juntos podem causar sonolência aumentada.

4. Medicação

Quando um médico prescreve um medicamento para uso quando necessário, em vez de uma dosagem regular, o medicamento é chamado de PRN. Esses medicamentos geralmente funcionam rápido.

Dependendo da gravidade dos ataques de pânico, o médico pode prescrever um PRN contendo um benzodiazepínico ou um beta-bloqueador. O propranolol é um beta-bloqueador que retarda o batimento cardíaco acelerado e diminui a pressão arterial.

Benzodiazepinas comumente prescritos para ataques de pânico incluem Valium e Xanax. Esta classe de drogas pode ser altamente viciante. O corpo pode rapidamente desenvolver uma tolerância, e uma dose mais alta logo será necessária para obter o mesmo efeito. As pessoas devem usá-los com moderação.

5. Limite de estímulos

Visões e sons podem intensificar um ataque de pânico. Se possível, encontre um local mais pacífico. Isso pode significar deixar um quarto movimentado ou mover-se para encostar-se a uma parede próxima.

Fechar os olhos pode facilitar a concentração na respiração e outras estratégias de enfrentamento.

6. Aprenda gatilhos

Os ataques de pânico de uma pessoa podem frequentemente ser desencadeados pelas mesmas coisas, como espaços fechados, multidões ou problemas com dinheiro. Ao aprender a gerenciar ou evitar os gatilhos, uma pessoa pode reduzir a frequência e a intensidade dos ataques.

7. Exercício leve

Exercícios leves podem ajudar a parar os ataques de pânico. O exercício libera hormônios chamados endorfinas que relaxam o corpo e melhoram o humor.

Andar a pé pode ajudar a produzir endorfinas, e também pode remover uma pessoa de um ambiente estressante. O ritmo de andar também pode ajudar uma pessoa a regular sua respiração.

8. Exercícios de atenção plena

Ataques de pânico podem fazer as pessoas se sentirem desligadas da realidade. A intensidade da ansiedade pode ultrapassar outros sentidos. A atenção plena pode ajudar a re-ancorar uma pessoa e direcionar seu foco para longe das fontes de estresse.

Abaixo está um exemplo de um exercício de atenção plena. Cada passo deve ser concluído de forma lenta e minuciosa:

  • Olhe para cinco coisas separadas, pensando em cada uma delas por algum tempo.
  • Ouça quatro sons distintos e examine o que há de diferente em cada um deles.
  • Toque em três objetos. Considere a textura, temperatura e usos.
  • Identifique dois cheiros diferentes. Eles provocam alguma lembrança?
  • Prove algo. Pode ser um dedo ou um pedaço de doce.

9. Concentre-se em um objeto

Concentrar-se em um objeto próximo pode ajudar uma pessoa a interromper um ataque de pânico. Uma pessoa que experimenta ataques regularmente pode querer levar algo para esse propósito.

Concentrar-se em uma coisa pode reduzir outros estímulos. Quando uma pessoa olha para o item, pode querer pensar sobre como se sente, quem fez e qual a sua forma. Isso pode ajudar a reduzir os sintomas de um ataque de pânico.

10. Tente técnicas de relaxamento muscular

Outro sintoma de um ataque de pânico é a tensão muscular. Praticar técnicas de relaxamento muscular pode ajudar a limitar um ataque. Se a mente sente que o corpo está relaxando, outros sintomas, como a respiração rápida, também podem diminuir.

Relaxamento muscular progressivo é uma técnica popular para lidar com ansiedade e ataques de pânico.

11. Imagine um lugar feliz

O lugar feliz de uma pessoa deveria estar em algum lugar onde ela se sentisse mais relaxada. Todos os aspectos devem ser agradáveis.

Quando um ataque de pânico começa, pode ajudar a fechar os olhos e imaginar estar em tal lugar. Pense em como está calmo. Imagine pés descalços tocando o solo frio, areia quente ou tapetes macios.

Pensar em um ambiente calmo e relaxante pode ajudar a pessoa a ficar relaxada e calma.

12. Repita um mantra

Um mantra é uma palavra, frase ou som que ajuda no foco e fornece força. Internamente repetir um mantra pode ajudar uma pessoa a sair de um ataque de pânico.

O mantra pode assumir a forma de segurança e pode ser tão simples como “Isto também passará”. Ou pode ter um significado mais espiritual.

Quando uma pessoa se concentra em repetir gentilmente um mantra, suas respostas físicas podem diminuir, permitindo que regulem sua respiração e relaxem os músculos.

13. Diga às pessoas

Se os ataques de pânico ocorrem com frequência no mesmo ambiente, como um local de trabalho, pode ser útil informar os outros e informá-los sobre o tipo de suporte a oferecer.

Se um ataque acontece em público, dizer a uma pessoa pode ajudar. Eles podem localizar um local silencioso e evitar que outros se aglomerem.

Nove maneiras de reduzir a ansiedade

Mulher, mentindo, exterior, ligado, capim, com, livro, e, chapéu, cobertura, cabeça

Todos podem se beneficiar da redução do impacto da ansiedade. Diminuir os níveis gerais de ansiedade também ajudará a prevenir ataques de pânico.

As seguintes estratégias podem ajudar:

1. Visite o médico

Algumas pessoas evitam obter assistência médica necessária porque temem que o médico pense que elas são tolas ou mesquinhas se relatarem ansiedade. Se a ansiedade afetar regularmente a vida de uma pessoa, ela deve entrar em contato com um médico.

2. Meditação

Regularmente meditar é uma ótima maneira de aliviar o estresse, promover a tranquilidade e regular a respiração.

3. Exercícios respiratórios

A respiração rápida e superficial, frequentemente associada a ataques de pânico, é chamada de hiperventilação. Aprender a respirar mais lenta e profundamente pode ajudar a combater os efeitos da hiperventilação.

4. Exercício aeróbico regular

O exercício aeróbico regular pode promover um sono mais profundo, eliminar a tensão acumulada e produzir endorfinas, que nos tornam mais felizes e relaxados.

5. Identifique gatilhos mutáveis

Muitos fatores podem causar ansiedade e variam de pessoa para pessoa. Se possível, identifique as coisas que causam ataques de pânico e trabalhe para evitar ou alterar esses gatilhos.

6. estilo de vida mais saudável

Manter o corpo em equilíbrio é uma ótima maneira de diminuir o impacto da ansiedade. As seguintes estratégias podem ajudar:

  • evitando ou reduzindo o fumo, o álcool e a cafeína
  • seguindo uma dieta saudável
  • ter uma boa noite de sono
  • ficar hidratado

7. Remédios Herbal

As pessoas usaram ervas para tratar a ansiedade e a depressão ao longo da história. Alguns dos mais populares remédios à base de plantas estão disponíveis para compra on-line, incluindo extrato de kava, passiflora e valeriana.

Os resultados dos estudos foram variados, mas a pesquisa sobre os efeitos dos remédios à base de plantas está em andamento. Fale com um médico antes de tomar este tipo de remédio.

8. Terapia comportamental cognitiva (TCC)

A TCC pode fornecer ferramentas para reduzir o estresse e evitar pensamentos ansiosos. Pode ser um método de tratamento eficaz para ataques de pânico.

9. Aprendendo o que funciona

A meditação pode funcionar bem para uma pessoa, enquanto o exercício é melhor para outra. Tente estratégias diferentes e veja o que funciona melhor.

O que fazer quando alguém está tendo um ataque de pânico

Mãos estendendo-se através de uma mesa.

Aqui estão algumas dicas sobre como ajudar uma pessoa com um ataque de pânico:

  • Fique calmo.
  • Certifique-se de que a pessoa tenha espaço suficiente ao redor deles.
  • Sugira que se mude para um local tranquilo nas proximidades.
  • Lembre a pessoa que os ataques de pânico sempre terminam.
  • Ajude-os a controlar sua respiração.
  • Evite fazer muitas perguntas e não valide declarações negativas.
  • Nunca diga a alguém para se acalmar ou dizer que não há nada para se preocupar.
  • Fique com eles. Se eles insistirem que precisam ficar sozinhos, certifique-se de que eles permaneçam visíveis.

Quando procurar ajuda

Os ataques de pânico podem ser assustadores e desorientadores, especialmente na primeira vez. Os sintomas podem ser semelhantes aos de outras condições de saúde.

Procurar aconselhamento médico se:

  • um ataque de pânico dura mais tempo do que o habitual – a maioria dura entre 5 e 20 minutos
  • um ataque de pânico é visivelmente pior do que o habitual
  • ataques de pânico estão inibindo a vida de uma pessoa, possivelmente impedindo-os de trabalhar ou socializar.

Procure tratamento de emergência se houver suspeita de derrame ou ataque cardíaco.

Outlook

Muitas ferramentas podem ajudar uma pessoa a gerenciar seus ataques de pânico, desde o apoio médico e psicológico até conselhos sobre nutrição e um estilo de vida mais saudável.

É essencial procurar ajuda, experimentar estratégias diferentes e ser realista quanto aos resultados. É improvável que os ataques de pânico desapareçam da noite para o dia, mas é possível limitar seu impacto ao longo do tempo.

Todos os dias, mais informações são disponibilizadas para pessoas que querem sentir menos estresse, tornar-se mais saudáveis ​​e serem mais gentis com elas mesmas.

Escolhemos os itens vinculados com base na qualidade dos produtos e listamos os prós e contras de cada um para ajudá-lo a determinar o que funcionará melhor para você. Fazemos parcerias com algumas das empresas que vendem esses produtos, o que significa que a Healthline UK e nossos parceiros podem receber uma parte das receitas se você fizer uma compra usando um link (s) acima.

Like this post? Please share to your friends: