Caros utilizadores! Todos os materiais neste site são traduções de outros idiomas. Pedimos desculpas pela qualidade dos textos, mas esperamos que venham a tirar partido deles. Com os melhores cumprimentos, A administração do site. E-mail: [email protected]

Como me livrar das estrias?

As estrias são longas, listras estreitas, listras ou linhas que se desenvolvem na pele. Eles ocorrem quando a pele é repentinamente esticada e extremamente comum.

Qualquer um pode desenvolver estrias, embora elas tendam a afetar mais mulheres do que homens.

Eles podem ocorrer em uma variedade de partes do corpo, incluindo o estômago, coxas, quadris, seios, parte superior dos braços e região lombar.

Esse tipo de cicatrização ocorre quando a pele não consegue retomar a forma normal após um período de intenso crescimento, muitas vezes devido a gravidez, ganho de peso, perda de peso ou puberdade. Mais de 50 por cento das mulheres experimentam estrias durante a gravidez.

Fatos rápidos sobre estrias

  • As estrias são listras ou listras longas e estreitas que ocorrem quando a pele é esticada muito rapidamente.
  • Gravidez, puberdade e ganho de peso rápido podem causar estrias.
  • Há pouca evidência médica disponível confirmando a eficácia dos tratamentos atuais para estrias.
  • As marcas de alongamento geralmente desaparecem com o tempo sem tratamento e não representam riscos sérios para a saúde em longo prazo.

O que são estrias?

estrias

As estrias são cicatrizes ou lesões desfigurantes. Eles também são chamados de estrias, estrias distendidas (SD), estrias atróficas e estrias gravídeas.

As áreas mais comuns afetadas incluem:

  • abdômen
  • peitos
  • ancas
  • flanco
  • nádegas
  • coxas

As estrias não são fisicamente perigosas, mas podem causar problemas de auto-imagem e ansiedade. Para algumas pessoas, as estrias são uma preocupação cosmética significativa que pode afetar a vida cotidiana.

sinais e sintomas

Antes que as estrias comecem a aparecer, a pele pode parecer fina e rosada. Pode também sentir-se irritado ou com coceira.

As marcas inicialmente se desenvolvem como rugas, estrias elevadas que podem ser vermelhas, roxas, rosa, marrom-avermelhadas ou marrons escuras, dependendo da cor da pele. As listras enfraquecem e achatam e tendem a mudar para uma cor prateada ao longo do tempo.

As estrias podem gradualmente tornar-se menos perceptíveis, mas isso pode levar anos.

Causas e fatores de risco

A gravidez é uma das principais causas das estrias.

O crescimento extremo da pele ou o encolhimento podem causar estrias.

Causas comuns de alongamento da pele incluem:

  • Gravidez: Entre 50% e 90% das mulheres grávidas apresentam estrias durante ou após o nascimento.
  • Puberdade: O crescimento rápido é típico em jovens que passam pela puberdade. Isso pode levar a estrias.
  • Ganho de peso rápido: Colocar muito peso em um curto espaço de tempo pode causar estrias.
  • Condições médicas: Certas condições podem causar estrias, como síndrome de Marfan e síndrome de Cushing. A síndrome de Marfan pode levar à diminuição da elasticidade do tecido da pele, e a síndrome de Cushing pode levar o organismo a produzir muito de um hormônio que leva a um rápido ganho de peso e fragilidade da pele.
  • Uso de corticosteróides: O uso prolongado de cremes e loções de corticosteróides pode diminuir os níveis de colágeno na pele. O colágeno fortalece e suporta a pele, e uma quantidade reduzida pode aumentar o risco de esticar marcas.

A pele consiste em três camadas principais. Estrias se formam na derme, ou camada intermediária, quando o tecido conjuntivo é esticado além dos limites de sua elasticidade. Isto é normalmente devido à rápida expansão ou contração da pele.

À medida que o corpo cresce, as fibras conectadas na derme se esticam lentamente para acomodar o crescimento lento. No entanto, o crescimento rápido leva ao estiramento súbito. Isso faz com que a derme se rasgue, permitindo que as camadas mais profundas da pele apareçam.

Isso pode formar estrias e contribui para a aparência delas.

As estrias acabam por se desvanecer para uma aparência prateada, branca ou brilhante, devido à gordura pálida sob a pele tornar-se visível em vez dos habituais vasos sanguíneos.

Eles são mais propensos a se desenvolver e se tornar mais grave quando há altos níveis de cortisona circulante, ou quando a cortisona é aplicada na pele. O cortisol, o hormônio do estresse produzido pelas glândulas supra-renais, é convertido em cortisona. Isso enfraquece as fibras elásticas da pele.

Fatores de risco

Vários fatores de risco têm sido associados ao desenvolvimento de estrias, mas a evidência varia. Mais pesquisas são necessárias para confirmar as causas das estrias.

Os fatores de risco para o desenvolvimento de estrias podem estar ligados a:

  • história de família
  • doenças crônicas
  • índice de massa corporal (IMC) antes da gravidez
  • peso ao nascer da criança em mulheres grávidas

Esses achados podem ser explicados pelos maiores graus de alongamento da pele em mulheres obesas com bebês maiores e por mudanças relacionadas à idade no colágeno da pele e no tecido conectivo que afetam a probabilidade de ruptura.

Diagnóstico

As estrias são facilmente diagnosticadas com base em um exame de pele e uma revisão do histórico médico de uma pessoa.

O médico geralmente fará perguntas com base em sinais e sintomas, bem como quaisquer medicamentos que estejam sendo usados ​​atualmente ou condições médicas existentes.

As estrias não são prejudiciais e não causam problemas médicos. Em casos raros, eles podem indicar um problema médico subjacente que requer tratamento ou monitoramento.

Tratamento e prevenção

O tratamento para estrias pode ser caro e nem sempre é eficaz.

A menos que uma condição subjacente seja a causa, é improvável que sua seguradora financie o tratamento. As estrias são vistas como uma queixa cosmética.

Cremes, géis, loções e cirurgia cosmética têm sido propostos como tratamentos para estrias, embora haja pouca evidência médica para apoiar a eficácia de tais tratamentos.

Os tratamentos atuais são particularmente limitados em sua capacidade de proporcionar melhorias duradouras para todos os tipos de pele.

As estrias geralmente desaparecem com o tempo e tornam-se imperceptíveis.Para as mulheres que desenvolvem estrias na gravidez, estas geralmente se tornam menos perceptíveis em torno de 6 a 12 meses após o parto.

A maquiagem pode ser usada para esconder as estrias em áreas mais expostas do corpo, enquanto elas são mais pronunciadas.

Cremes, óleos e preparações tópicas

Não há evidências de alta qualidade de que a aplicação de loções, cremes ou óleos à pele pode ajudar no aparecimento de estrias.

Tratamentos tópicos são preparações contendo ingredientes ativos que são aplicados na superfície da pele.

Vários estudos compararam os efeitos de tratamentos tópicos com preparações sem ingredientes ativos, ou com os efeitos de não receber nenhum tratamento.

Essas investigações não encontraram diferença estatisticamente significativa entre os grupos, sugerindo que as opções de tratamento atualmente disponíveis não aumentam ou aceleram o processo de cicatrização das estrias.

Prevenção

Estrias nem sempre podem ser evitadas. No entanto, as etapas a seguir podem ajudar a reduzir o risco:

  • Mantenha um peso saudável.
  • Evite fazer dieta yo-yo.
  • Coma uma dieta equilibrada, rica em vitaminas e minerais. Consumir uma quantidade adequada de vitaminas A e C pode ajudar a apoiar a pele, bem como os minerais zinco e silício.
  • Apontar para ganho de peso lento e gradual durante a gravidez.
  • Beba seis a oito copos de água todos os dias.

Leve embora

As estrias podem ser desagradáveis, mas são um problema comum e muitas vezes temporário.

Eles não apresentam riscos para a saúde a longo prazo, e o tratamento é normalmente destinado a melhorar a auto-imagem da pessoa com estrias.

Like this post? Please share to your friends: