Caros utilizadores! Todos os materiais neste site são traduções de outros idiomas. Pedimos desculpas pela qualidade dos textos, mas esperamos que venham a tirar partido deles. Com os melhores cumprimentos, A administração do site. E-mail: [email protected]

Adulto ADHD: O que você precisa saber

O transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) é uma condição médica que dificulta a atenção, a organização e a escuta. Viver com a condição pode afetar relacionamentos, atividades educacionais e carreiras.

O TDAH é mais comum na infância, mas cerca de 4% dos adultos americanos também apresentam sintomas a cada ano. Apesar disso, menos de 20% dos adultos com TDAH recebem o tratamento de que precisam.

Conhecer os sintomas pode ajudar os adultos com tratamento de acesso ao TDAH e gerenciar sua condição de forma eficaz.

O que é o TDAH?

WORD ADHD sendo destacado.

O TDAH torna difícil concentrar-se, ouvir, ficar quieto e ser organizado. Pessoas com TDAH lutam com controle de impulso e motivação, e podem sentir a necessidade de estar constantemente ocupadas.

Aqueles com TDAH podem ter problemas de relacionamento devido a esses desafios. A dificuldade de se concentrar, por exemplo, pode dificultar a escuta de outra pessoa.

Alguém com TDAH muitas vezes luta com estrutura na escola e pode ter um risco maior de não completar o ensino médio. Esses problemas, em conjunto com dificuldades organizacionais e de gerenciamento de tempo, podem prejudicar suas perspectivas de carreira.

Adultos com TDAH também são mais vulneráveis ​​às condições de saúde mental, incluindo depressão e transtorno de ansiedade.

Os pesquisadores ainda estão determinando as causas do TDAH, que podem incluir genética, experiências precoces e fatores de estilo de vida.

Um estudo de 2017 identificou várias partes do cérebro que se comportam de maneira diferente em pessoas com TDAH. Estas foram as regiões associadas à memória, regulação emocional, motivação e tomada de decisão.

Outra pesquisa encontrou diferenças na química do cérebro de pessoas com TDAH, inclusive no neurotransmissor dopamina, que está ligado a sentimentos de recompensa e motivação.

Adulto versus TDAH na infância

Estudante lutando para se concentrar na aula.

Os adultos que procuram informações sobre o TDAH freqüentemente encontram uma lista de sintomas mais relevantes para as crianças, como dificuldade em prestar atenção nas aulas, ter problemas na escola, perder as tarefas escolares e obter notas baixas.

Uma sala de aula é o ponto focal da vida da maioria das crianças, tornando o TDAH mais fácil de detectar durante a infância. Os adultos têm mais controle sobre suas situações cotidianas e podem escolher carreiras que ocultam os sintomas do TDAH. Um policial patrulheiro, por exemplo, pode ser elogiado por ser ativo e não punido por não poder ficar parado.

Quando a carreira de uma pessoa é afetada negativamente pelo TDAH, ela pode ser caracterizada por outras como ociosa, desatenta ou irresponsável, em vez de lidar com uma condição médica inevitável.

As crianças com TDAH podem ter dificuldade em permanecer em seus assentos, freqüentemente interrompem os outros ou fazem comentários inadequados, enquanto adultos com TDAH podem ter desenvolvido mecanismos de enfrentamento para evitar esses erros. Mas uma pessoa pode ficar exausta e sobrecarregada pelo esforço envolvido em conter esses impulsos.

Sintomas

Os sintomas do TDAH em adultos incluem:

  • dificuldade em prestar atenção aos detalhes
  • freqüentemente cometendo erros
  • dificuldade em se concentrar, particularmente por um período
  • dificuldade em ouvir ou seguir uma história
  • não cumprindo promessas ou projetos
  • Frequentemente faltam prazos
  • dificuldades com organização e organização
  • não gostar ou evitar tarefas que precisam de foco sustentado
  • freqüentemente perdendo ou esquecendo coisas
  • sendo facilmente distraído por interrupções súbitas
  • falta de motivação
  • freqüentemente mexendo
  • muitas vezes sentindo-se inquieto
  • ter que estar em constante movimento
  • sendo facilmente entediado
  • falando excessivamente
  • interrompendo ou deixando escapar respostas a perguntas
  • tendo dificuldade em esperar

Esses sintomas podem levar a outros problemas, incluindo:

  • Ansiedade devido à falta de prazos ou dificuldades na escola, no trabalho ou nos relacionamentos.
  • Depressão e baixa auto-estima devido a dificuldades de concentração, conclusão de projetos ou sucesso no trabalho ou na escola.
  • Conflito nos relacionamentos devido a dificuldades de escuta, lembrando detalhes importantes ou cumprindo promessas.

Diagnóstico e tratamento

Mulher com terapeuta.

Nenhum teste pode determinar objetivamente se alguém tem TDAH. Em vez disso, um médico ou conselheiro de saúde mental fará um diagnóstico baseado nos sintomas de uma pessoa.

Como parte do processo de diagnóstico, o médico deve descartar outras causas potenciais de sintomas de alguém, como consumo excessivo de cafeína, lesão cerebral, abuso de substâncias ou outra condição de saúde mental.

Alguns profissionais de saúde usam testes computadorizados para medir os sintomas do TDAH. Para adultos que se sentem desconfortáveis ​​ao discutir seus sintomas, essas avaliações podem ser úteis para o diagnóstico. A Organização Mundial da Saúde criou uma ferramenta de avaliação projetada especificamente para o TDAH em adultos, que está disponível on-line.

O tratamento para o TDAH geralmente é uma combinação de mudanças no estilo de vida, medicação e terapia. É possível ver melhorias com uma única estratégia, como medicação, mas uma combinação de tratamentos é geralmente recomendada.

Medicação

Os medicamentos mais populares para o TDAH em adultos são os estimulantes, como o metilfenidato e as anfetaminas. Essas drogas podem acalmar o comportamento hiperativo, aguçar o foco e ajudar as pessoas com TDAH a prestarem atenção por mais tempo.

Algumas outras drogas não estimulantes, como a atomoxetina, também podem ajudar. Eles também têm um risco menor de efeitos colaterais e abuso do que os estimulantes.

Pessoas com TDAH devem discutir seu estilo de vida e saúde geral com um médico, pois os estimulantes podem causar problemas cardiovasculares ou complicar os já existentes. As pessoas também devem relatar quaisquer efeitos colaterais adicionais e nunca tomar mais do que a dose prescrita.

Terapia

A psicoterapia pode ajudar adultos com TDAH a lidar com os desafios da condição.Os terapeutas podem recomendar mudanças no estilo de vida, abordar hábitos e pensamentos negativos e auxiliar na depressão, ansiedade e outras condições de saúde mental que podem acompanhar o TDAH.

Algumas pessoas com TDAH podem se beneficiar do aconselhamento conjunto com membros da família ou parceiros românticos. Essa terapia pode melhorar os problemas de relacionamento, ajudar pessoas com TDAH a discutir conflitos de maneira mais eficaz e ajudar um parceiro ou familiar a entender os desafios do TDAH.

Dicas de estilo de vida

O TDAH é uma condição médica, então mudanças no estilo de vida não são uma cura. No entanto, algumas alterações podem facilitar o tratamento dos sintomas.

Estratégias que podem ajudar a incluir:

  • exercício regularmente
  • Limitando cafeína e alimentos ricos em açúcar
  • usando um planejador diário
  • hábitos organizacionais, como sempre colocar as chaves no mesmo lugar
  • dormindo o suficiente
  • distrações limitantes, como mídias sociais e televisão, quando se trabalha
  • solicitando considerações para sintomas relacionados ao TDAH

Conversar com colegas, familiares e amigos sobre os desafios do TDAH pode ajudar as pessoas a reduzir a frequência e a gravidade de seus sintomas. Solicitar considerações especiais, como uma pausa no meio de uma longa reunião, pode ajudar a combater a desatenção e a inquietação.

Like this post? Please share to your friends: